Acesse o novo WebMail Fetrafi-RS
WebMail Fetrafi-RS
   Início        A Fetrafi-RS         Diretoria         Estrutura         Sindicatos         Sistemas Fetrafi-RS    
Porto Alegre, 15\08\2020
Últimas Notícias
CUT-RS e centrais protestam contra reforma da Previdência no Aeroporto de Porto Alegre
Compartilhe esta notícia no Twetter
Envie esta notícia por E-Mail
Previdência Pública | 02/07/2019 | 15:07:01
CUT-RS e centrais protestam contra reforma da Previdência no Aeroporto de Porto Alegre
Cerca de 100 dirigentes da CUT-RS, CTB, CGTB, UGT, Intersindical e CSP-Conlutas – fizeram ato contra a reforma da Previdência
 
 
O frio de 7 ºC não impediu que cerca de 100 dirigentes da CUT-RS e centrais – CTB, CGTB, UGT, Intersindical e CSP-Conlutas – fizessem um ato contra a reforma da Previdência, na madrugada desta terça-feira (2), na área de embarque do Terminal 1 do Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre. Compareceram também dirigentes de vários sindicatos e federações, como CPERS, Sindicato dos Metalúrgicos, SindBancários, Sinpro-RS, Semapi-RS, Assufrgs e Sinttel-RS, dentre outros.

 Aeroporto3 (2)

Houve distribuição do novo panfleto das centrais que traz as fotos de 20 deputados federais do Rio Grande do Sul que são a favor da reforma ou a apoiam em parte ou ainda estão em cima do muro. "Essa reforma é uma laranja podre. Só é boa para os patrões e os bancos”, alerta o material que está sendo entregue nas bases eleitorais desses parlamentares, pressionando-os para que votem contra essa proposta desumana, cruel e perversa.

Clique aqui para ler o panfleto!

Os panfletos foram bem recebidos pelos passageiros e pelos trabalhadores das empresas aéreas. O deputado Henrique Fontana (PT), que é contra essa reforma, foi um dos que embarcou para Brasília e elogiou a iniciativa das centrais.  
 
Aeroporto2 (3)

"Estamos do lado certo da história”

O presidente da CUT-RS, Claudir Nespolo, destacou a boa aceitação dos panfletos pela população que estava embarcando. "Temos certeza de que estamos do lado certo da história e esclarecemos a gravidade dessa reforma, que retarda a aposentadoria e reduz valores dos benefícios. Isso não resolve o problema do Brasil”.

Ele defendeu medidas como o combate à sonegação e o fim das renúncias fiscais, salientando também que "o problema do Brasil está nos juros e na injusta estrutura tributária, mas isso eles não querem mexer”.   

A presidente do CPERS Sindicato, Helenir Aguiar Schürer, destacou que a proposta do governo deve ser rejeitada por inteiro. "Não tem emenda essa reforma: ter que ser retirada do Congresso ou derrotada. Todos serão atingidos, como nós, os professores, as mulheres, assim como os nossos alunos. Nós queremos um futuro digno e não uma semiescravatura se passar a reforma da Previdência", denunciou.
 
Aeroporto1 (4)

O secretário-geral adjunto da CUT-RS, Amarildo Cenci, ressaltou o calendário de mobilização das centrais, que prevê a realização de um dia nacional de luta contra a reforma da Previdência no próximo dia 12 de julho. Além de manifestações nos estados, haverá um ato em Brasília, durante o congresso da União Nacional dos Estudantes (UNE).

Amarildo enfatizou também a entrega ao Congresso Nacional dos abaixo-assinados contra a reforma da Previdência, no dia 13 de agosto, quando acontece a Marcha das Margaridas, em Brasília. "Essa reforma não dará oportunidade para as pessoas se aposentarem e muitas irão morrer trabalhando”, disse frisando que "o sistema financeiro está à espreita para pegar toda essa grana para os planos privados de previdência”.

No final, os dirigentes sindicais fizeram uma caminhada pelos corredores do Aeroporto até a porta de acesso ao desembarque, gritando a palavra de ordem "ô, Bolsonaro, eu vou te dizer: eu não vou trabalhar até morrer”.

Aparato descabido de segurança

Os sindicalistas criticaram o forte aparato de segurança da Brigada Militar, a exemplo da estrutura montada para reprimir e perseguir trabalhadores e estudantes nas garagens de ônibus na madrugada da greve geral de 14 de junho na capital gaúcha. Além de diversas viaturas, havia policiais em cada porta de acesso e outros se movimentando dentro do Aeroporto. Ônibus com uma tropa de choque estava parado nas imediações.

"Utilizaram o policiamento reforçado em Porto Alegre durante os jogos da Copa América para tentar intimidar o movimento sindical. Eles possuem armas, cavalos, bombas de gás e controlam a mídia tradicional, que não permite fazer qualquer contraponto à reforma da Previdência, mas não irão barrar a nossa luta em defesa dos direitos dos trabalhadores, da liberdade do ex-presidente Lula, da democracia e da soberania nacional”, concluiu o presidente da CUT-RS.  

Fonte: CUT-RS

 
 
Conteúdo    
 
 
 
Previdência Pública | 23/10/2019
Senado aprova a reforma da Previdência mais cruel para trabalhadores e viúvas
No texto aprovado estão mudanças cruéis que reduzem os valores dos benefícios dos contribuintes do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e dos servidores públicos federais.
Previdência Pública | 03/10/2019
Plenário do Senado conclui aprovação da reforma da Previdência no primeiro turno de votação
Veja alguns pontos aprovados
 
 
  Serviços
Acordos e Convenções
Enquetes
Conquistas
Acesso Restrito Interno à Fetrafi-RS
Informativos da Fetrafi/RS
Minutas de Reivindicações
Notas Jurídicas
Ações Trabalhistas Fetrafi/RS
Moções aprovadas em eventos
 
 
Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Instituições Financeiras RS
Rua Cel. Fernando Machado nº 820
CEP 90010-320 - Bairro Centro Histórico - Porto Alegre, RS
Fone: (51) 3224-2000 | Fax (51) 3224-6706

Copyright © 2010 Fetrafi. Todos os direitos reservados.
 
Desenvolvimento IDEIAMAIS - Agregando Valor