Acesse o novo WebMail Fetrafi-RS
WebMail Fetrafi-RS
   Início        A Fetrafi-RS         Diretoria         Estrutura         Sindicatos         Sistemas Fetrafi-RS    
Porto Alegre, 23\06\2017
Últimas Notícias
Políticos e entidades criticam violência policial e governo em desocupação
Compartilhe esta notícia no Twetter
Envie esta notícia por E-Mail
Direitos Humanos | 16/06/2017 | 10:06:14
Políticos e entidades criticam violência policial e governo em desocupação
Famílias foram postas na rua em noite fria
 
 

A Brigada Militar e governo do Estado têm sido alvos de duras críticas desde a noite de quarta-feira (14), quando realizaram uma operação de grandes proporções para retirar de um prédio público abandonado há cerca de 10 anos dezenas de famílias que formavam a Ocupação Lanceiros Negros. A violência empregada pelo Batalhão de Choque e a decisão do governo Sartori, de colocar na rua mulheres, crianças e idosos em pleno inverno gaúcho, estão entre os principais pontos abordados por quem critica a medida.

A ex-presidenta Dilma Rousseff (PT) criticou a ação em sua página no Facebook: "A violência policial empregada pelo Governo do Rio Grande do Sul contra as setenta famílias da Ocupação Lanceiros Negros, em Porto Alegre, merece nossa mais profunda indignação”.


Legendas de oposição ao governo do Estado, PT e PSOL também divulgaram notas sobre o ocorrido.

"A polícia de Sartori não hesitou em usar gás de pimenta, balas de borracha e todo o aparato policial para cumprir o mandado de reintegração. Uma barbárie que teve, inclusive, a prisão ilegal do deputado Jeferson Fernandes, presidente da Comissão de Direitos Humanos da ALERGS, e de mais 8 pessoas”, diz a nota do PSOL/RS.

PT Nacional destaca: "Essa desocupação truculenta está cercada de eventos gravíssimos, só ocorridos porque o Brasil vive hoje, efetivamente, sob medidas de Exceção, regime de arbítrio.”

A OAB/RS também lamentou o ocorrido. Em sua nota, a ordem dos advogados afirma que excessos devem ser apurados e punidos: "Os relatos de uso de bombas de gás e spray de pimenta, a escolha do período noturno e com baixas temperaturas para cumprimento da ordem de reintegração, a agressão e prisão de um deputado estadual integrante da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa e registros de atos violentos envolvendo o trabalho da imprensa apontam excessos que devem ser apurados, corrigidos e, se comprovados, punidos”.

*Sul21
Fotos: Reprodução Facebook da vereadora Sofia Cavedon
 
 
Conteúdo    
 
 
 
Direitos Humanos | 30/03/2017
Após 53 anos do golpe de 1964, tortura e violência sexual contra mulheres continuam
Quarenta e cinco mulheres morreram na luta contra a Ditadura
Direitos Humanos | 18/08/2016
Reduzir a maioridade penal desrespeita convenção da ONU
PEC passou por revisões e deve ser discutida novamente no Senado
 
 
  Serviços
Acordos e Convenções
Enquetes
Conquistas
Acesso Restrito Interno à Fetrafi-RS
Informativos da Fetrafi/RS
Minutas de Reivindicações
Notas Jurídicas
Ações Trabalhistas Fetrafi/RS
 
 
Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Instituições Financeiras RS
Rua Cel. Fernando Machado nº 820
CEP 90010-320 - Bairro Centro Histórico - Porto Alegre, RS
Fone: (51) 3224-2000 | Fax (51) 3224-6706

Copyright © 2010 Fetrafi. Todos os direitos reservados.
 
Desenvolvimento IDEIAMAIS - Agregando Valor