Bancos | 01/02/2019 | 13:02:37
Começa o desmonte da Caixa
Fenae repudia retomada da narrativa para fatiar ou privatizar o Banco
 
 
Veículos da grande mídia, como o jornal Valor Econômico, O Globo, G1, entre outros, repercutiram a declaração do presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, sobre a abertura de capital de quatro subsidiárias do banco. Duas devem abrir ainda este ano e o restante até junho de 2020.
A afirmação foi feita durante evento do banco Credit Suisse, Latin America Investment Conference, em São Paulo, há dois dias. Unidades de loterias, seguros, cartões e gestão de recursos entrarão na listagem das bolsas de São Paulo e Nova Iorque. 

Ou seja, já começou o desmonte da Caixa e a entrega do nosso capital para o exterior. Como vem sendo noticiado há alguns meses, o primeiro lote será o segmento de loterias. 

A afirmação repercutiu mal entre as entidades que representam os bancários. A Fenae publicou nota a respeito em seu site, repudiando a ideia de fatiar e privatizar a Caixa.

Veja a nota da Fenae