Previdência Pública | 05/12/2017 | 15:12:55
Sindicatos dos Bancários do Estado protestam contra reforma da Previdência de Temer
Em Porto Alegre, atos ocorreram no aeroporto, na Rodoviária e em frente ao INSS.
 
 
Em vários pontos do Rio Grande do Sul, os trabalhadores se uniram nesta terça-feira, dia 5, para dizer um sonoro não à Reforma da Previdência do Governo Temer. Em Porto Alegre, o dia Nacional de Lutas começou com ato no Aeroporto Internacional Salgado Filho. Às 5h da madrugada, dirigentes sindicais, representando a Fetrafi-RS, o SindBancários de Porto Alegre e Região, a CUT e demais centrais sindicais do estado, ergueram bandeiras, distribuíram panfletos e levantaram a voz para condenar as propostas que acabam com o direito à aposentadoria de milhões e milhões de trabalhadores e trabalhadoras do campo e da cidade. O Aeroporto foi escolhido para mandar o recado aos parlamentares que estão viajando para Brasília. 

Depois dos protestos no Aeroporto, os sindicalistas foram até a Estação Rodoviária, onde também agitaram bandeiras e entregaram o material unitário das centrais e movimentos sociais para a população. Mais tarde, centenas de manifestantes realizaram ato em frente ao prédio do INSS no centro da capital gaúcha.

No Interior do Estado também aconteceram atos regionais e manifestações em várias cidades, denunciando a reforma da Previdência do golpista Temer. Houve um trancaço no Pórtico de Rio Grande, onde os trabalhadores estão também mobilizados em defesa do Pólo Naval. Em Camaquã, os sindicalistas aproveitaram o ato para também colher assinaturas para o Projeto de Lei de Iniciativa Popular, que pretende barrar a vontade do governo Sartori em vender mais uma parte das ações do Banrisul. Veja as fotos:

Informações: Fetrafi-RS, Sindbancários e CUT-RS
Fotos: José Antônio Silva/SindBancários e CUT-RS